domingo, 20 de julho de 2008

Gramsci, os anos do cárcere


Meu amigo Luiz Guilherme Paschoalini, num comentário postado dias atrás, fez uma indicação que merece ser socializada.

Ele localizou o filme Antonio Gramsci. I giorni del carcere, de 1977, dirigido por Lino del Fra. Trata-se de uma tentativa de apresentar os anos vividos por Gramsci na prisão de Turi, em Bari, Itália (julho de 1928 a outubro de 1933), período fundamental para a redação dos Quaderni gramscianos e bastante analisado pelas discordâncias que o mais famoso prisioneiro do fascismo manifestou em relação à teoria stalinista do social-fascismo, aceita então até pelo próprio partido de Gramsci, o PCI, ainda que com reservas.

O filme é bastante datado, foi produzido em preto e branco para a televisão italiana e recebeu o Grande Prêmio do Festival Internacional do Filme de Locarno 1977. Esforça-se para reconstruir em detalhe a época e os personagens, valendo-se de bastante maquiagem, leitura de documentos e flash-backs. Riccardo Cucciolla faz um Gramsci de peruca e corcunda, numa operação de busca máxima de verossimilhança. Com isso, o filme perde em fantasia e força ficcional, flertando com o documentário mas sem conseguir sê-lo por completo. Sua recepção, portanto, não é unânime, mas vale pelo argumento central, precisamente os anos de Gramsci no cárcere. Deve ser assistido pelos que se interessam por Gramsci, pelas lutas políticas dos anos de 1920-1930, pela hstória do comunismo.

O filme, falado em italiano e com legendas em espanhol, pode ser acessado no Google Video:

http://video.google.com/videoplay?docid=-5212179366147622794&q=antonio+gramsci&ei=acODSMavF4SaqQKkuuyfCQ&hl=en

5 comentários:

Anônimo disse...

Caro Marco,

Agradeço pelas palavras.

Em breve receberá em sua casa, São Paulo, um presente, ou melhor dois. Um é filme que consegui montar acerca do Gramsci em formato de DVD, e o outro, um filme que acredito que merece também nossa atenção, pois trata do fascismo e do nazismo, mas ambientado em uma escola do ensino médio norte-americano.

Um filme raro, pois foi passado apenas na TV norte-americana em 1981, não tendo, assim, uma produção para o cinema. Somente cópias de pessoas que o assistiram. No Brasil, foi exibido uma vez pela TV Educativa Rio na decada de 1980.

É uma história baseada em fatos reais de um professor, em 1967, que ao estar ensinando aos seus alunos a história do holocausto, recebeu uma pergunta de uma aluna em que ele não soube respondê-la de pronto: como o povo alemão na época de Hitler não fez nada contra os campos de concentração; e como as pessoas seguiram o que o ditador lhes mandava "cegamente" etc. Para responder a esta pergunta, o professor passou a empregar, como metodologia de aula, algumas das variávéis-chave empregadas no "disciplinamento" nazista, chegando ao ponto de quase perder o controle do poder sobre os seus alunos e a própria escola em que trabalhava.

Muito interessante, pois nos leva a refletir mais sobre como o PODER tem potência e seduções, para usar algums dos temas que você aborda em seu último livro.

Dados do Filme:

"A ONDA"

Original: The Wave
Ano: 1981. Duração: 45 min/Cor. País: EUA. Diretor: Alex Grasshof. Legendas em português.

Sinopse: O poder corrompe? Quando a dedicação de um grupo passa da lealdade para o fanatismo? Pode o nazismo voltar a ocorrer? A Onda, filme produzido para a televisão e baseado em história verídica, de uma experiência realizada numa escola norte-americana, induz a estes questionamentos. Durante uma aula sobre o nazismo alemão, quando um aluno insistia em dizer que: isso jamais ocorreria aqui?, o professor resolve criar as condições necessárias para o nascimento do grupo, com características nazistas, denominado “A onda”.

Elenco: Bruce Davison, Lori Lethins, John Putch, Jonny Doran,Pasha Gray, Valery Ann Pfening

Abraços,
Luiz Guilherme

Marco Aurélio Nogueira disse...

Viva! Ganhar presentes é sempre bom, ainda mais quando finos como os que me promete o Luiz Guilherme.
Muito obrigado.

Anônimo disse...

Marco,

Espero que goste dos filmes. Deve chegar aí provalvemente até sexta-feira.

Bom, há um outro filme sobre o Gramsci que estou à procura, mas ainda não o encontrei.

- "Nova Iorque e o Mistério de Nápoles: Viagem ao Mundo de Gramsci"

Titulo original: “Gramsci, L’ho Visto Cosi”
Direção: Giorgio Baratta; Gianni Amico
Ano: 1994. Duração: 50 minutos/Cor. País: Itália.
Elenco: Dario Fo.
Audio: italiano, com legendas em espanhol.

Abraços,
Luiz Guilherme

aLiNe disse...

Bacana. Não sabia desse filme do Gramsci e desse recurso do Google para vídeos!
Adorei saber. Obrigada pela dica! ^^

Beto Durán disse...

Realmente muito interessante esse recurso do google. Passei a semana assistindo filmes do Gramsci, Heidegger entre outros. O filme indicado "The Wave" também está disponível http://video.google.com/videoplay?docid=4689717947890475769&hl=en
Porém, pela minha limitada pesquisa, apenas em inglês.

Realmente obrigado pela dica!

Abraços,

Beto Durán